Translate

RESPEITE AS CRIANÇAS!

RESPEITE AS CRIANÇAS!
AS CRIANÇAS NÃO SÃO LIXO.

FUNDAÇÃO DO CLUBE DE XADREZ SANTO ANTÔNIO DE JESUS (BAHIA):

06.04.2002.

QUANTIDADE DE FOTOS E IMAGENS, NESTE BLOG:

438 FOTOS E IMAGENS.

SEJA BEM - VINDO (A)! NÚMERO DE VISITANTES, NESTE BLOG:

sexta-feira, 19 de março de 2010

ARTIGO 106 - SIGNIFICAÇÃO DO XEQUE-MATE (ANO I, Nº 011. DE 15 A 21 DE MARÇO DE 2010).

QUANDO UM REI LEVA XEQUE-MATE, A PARTIDA ESTÁ TERMINADA, CABENDO A VITÓRIA AO JOGADOR QUE DEU O GOLPE FINAL. A RAZÃO PRECÍPUA DO JOGO DE XADREZ É CONSEQUENTEMENTE, DAR XEQUE-MATE AO REI ADVERSÁRIO. O OBJETIVO DE TODAS AS JOGADAS; DE TODAS AS COMBINAÇÕES É, DIRETAMENTE OU INDIRETAMENTE, ATACAR E, EM SEGUIDA, DAR MATE AO REI INIMIGO. TAMBÉM, EVITAR RECEBÊ-LO DO ADVERSÁRIO. TODAVIA, AS PARTIDAS PODEM TERMINAR SEM ESSE FINAL, TÃO AMBICIONADO. O JOGADOR, QUE PERCEBE SER O MATE INEVITÁVEL, COSTUMA ELEGANTEMENTE ABANDONAR A PARTIDA. O MESMO SUCEDE, QUANDO HÁ DISNÍVEL ACENTUADA DO MATERIAL, NÃO HAVENDO POSSIBILIDADES DE CONTINUAR A PARTIDA. EM TAIS CIRCUNSTÂNCIAS, É HÁBITO, DINSTINÇÃO, INCLINAR LEVEMENTE O REI, DEITANDO-O, PREFERINDO A PALAVRA ABANDONO. OBSERVEMOS, CONTUDO, QUE EM XADREZ, NÃO HÁ REGRA QUE OBRIGUE O ENXADRISTA INFERIORIZADO, A ABANDONAR O JOGO. TAL CONDUTA, SE BASEIA TÃO SOMENTE, NA ÉTICA ENXADRÍSTICA. O ABANDONO APENAS SE DEVE VERIFICAR, EM PRESENÇA DE CONDIÇÕES, REALMENTE, INSUSTENTÁVEIS, NÃO DEVE SER PRECIPITADO. HÁ, REALMENTE, EXEMPLOS NUMEROSOS DE ENXADRISTAS E, ATÉ DE MESTRES, QUE ABANDONARAM PARTIDAS CONSIDERADAS POSTERIORMENTE EMPATADAS OU ABSOLUTAMENTE GANHAS.
AS PARTIDAS, NEM SEMPRE TERMINAM COM A VITÓRIA DE UM DOS DOIS LADOS. CIRCUNSTÂNCIAS EXISTEM, EM VERDADE, EM QUE, NÃO É POSSÍVEL DAR MATE E, CIRCUNSTÂNCIAS OUTRAS, QUE DECLARAM A PARTIDA SEM VENCEDOR. NESTES CASOS, A PARTIDA ESTÁ TERMINADA.

PESQUISADO E POSTADO, PELO PROF. FÁBIO MOTTA (ÁRBITRO DE XADREZ).
REFERÊNCIA:
XADREZ BÁSICO. ORFEU GILBERTO D´AGOSTINI (MESTRE NACIONAL DE XADREZ - M. N.)
EDITORA DE OURO.
EDIÇÕES EDIOURO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário